energy_integration dezentraler einspeiser_einspeisemanagement_windenergie_gettyimages-700834979_2000x2000.jpg

Alimentação de energia confiável com o sol e o vento

Um aumento no abastecimento de energia a partir de fontes regenerativas mercuriais mudam a necessidade de serviços do sistema e exigem maior flexibilidade no fornecimento de energia. A WAGO dá o suporte aos operadores de redes elétricas que vinculam e controlam a energia renovável de forma inteligente.

A proporção de energia renovável está aumentando de forma constante e rápida internacionalmente. As flutuantes energias fotovoltáicas e eólicas, no entanto, tem desvantagens para o gerenciamento da rede elétrica. O abastecimento instável torna mais difícil prever o rendimento da geração e garantir a estabilidade da rede elétrica. Mas, existem soluções que aliviam a carga na rede.

Gerenciamento da alimentação: aceleração do sol e do vento

Para garantir a segurança do sistema à medida que as fontes de energia renovável aumentam, os operadores da rede podem reduzir a capacidade de alimentação dos sistemas solares e eólicos remotamente em caso de sobrecarga da rede elétrica. A lei de Energias renováveis estipula as regulamentações dependendo do rendimento da usina. Dependendo da faixa de sinal necessária, a WAGO monta a solução de comando remoto apropriada para você, dentre mais de 500 módulos de I/O diferentes. Vantagens da solução da WAGO:

  • Amplo portfólio de produtos: desde simples controle de passo com ou sem comando de parada de emergência até controle cos-ϕ ou Q / U
  • Possibilidade de acoplamento direto ao computador do parque solar ou eólico via OPC-XML, Soap ou MODBUS RTU/TCP
  • Comunicação do sistema de acordo com as exigências personalizadas
  • Segurança cibernética: controladores PFC100/PFC200 estão em conformidade com as normas de segurança de TI atuais para operadores de redes elétricas e podem ser reforçados conforme descrito nas especificações técnicas da BDEW.
  • Conectividade na nuvem: conexão à nuvem graças a um upgrade do software MQTT
  • O acoplamento de sistemas via IEC 60870, IEC 61850 ou DNP 3.0 também é possível

As usinas de energia solar também podem ser controladas remotamente.

Usinas Virtuais: Redes Inteligentes de Geração e Consumo

Em usinas de energia virtuais, geradores descentralizados, sistemas e cargas controláveis como geradores de emergência ou sistemas de produção, formam uma combinação flexível e ajustável. A sincronização inteligente deles reduz as cargas na rede de energia. Os controladores remotos da WAGO facilitam a sua combinação. Eles atendem as exigências do padrão de comunicação VHPready 4.0, garantindo a conexão sem problemas de sistemas para a usina de energia virtual. Vantagens da solução da WAGO:

  • Conexão sem problemas de sistemas individuais à usina virtual
  • Padronização dos objetos e variáveis de diferentes protocolos de comunicação com VHPready
  • Comunicação via perfis predefinidos usando listas de pontos de dados explicitamente definidas.
  • Definição de determinações específicas de domínio, como as especificações de comportamento operacional e tempos de reação via VHPready – desta forma, as usinas podem ser controladas por meio de cronogramas.
  • Segurança cibernética: controladores PFC100/PFC200 estão em conformidade com as normas de segurança de TI atuais para operadores de redes elétricas e podem ser reforçados conforme descrito nas especificações técnicas da BDEW.
  • Conectividade na nuvem: conexão à nuvem graças a um upgrade do software MQTT

Fusão fotovoltaica, de bateria e de energia para gás.

logo_vhp-ready_2000x2000.jpg
VHPready 4.0

Conversor para a rede

Graças aos padrões de energia, os geradores de energia e consumidores estão mais fáceis de se conectar à usina virtual. Isto porque eles levam os objetos e variáveis usando protocolos de comunicação diferentes para um denominador comum. Os controladores da WAGO já atendem as exigências das novas especificações.

Reserva operacional: primeiros socorros para a rede elétrica

Uma reserva operacional compensa pelas flutuações da rede elétrica. Se os operadores de usinas de energia virtuais ou geradores individuais e consumidores controláveis fornecerem essa energia aos operadores responsáveis das redes de transmissão, eles podem gerar uma receita adicional. Para operar as reservas é feita uma distinção entre reservas primárias, secundárias e de minuto, que devem ser abastecidas dentro de segundos, cinco minutos e 15 minutos, respectivamente. Devido aos altos padrões para a diversidade de sinal, segurança cibernética e disponibilidade, os controladores flexíveis, seguros e robustos são essenciais. Vantagens da solução da WAGO:

  • Seleção de mais de 500 módulos de I/O diferentes
  • Possibilidade de acoplamento direto ao computador do parque solar ou eólico via OPC-XML, Soap ou MODBUS RTU/TCP
  • Comunicação do sistema de acordo com as exigências personalizadas
  • Segurança cibernética: controladores PFC100/PFC200 estão em conformidade com as normas de segurança de TI atuais para operadores de redes elétricas e podem ser reforçados conforme descrito nas especificações técnicas da BDEW.
  • Conectividade na nuvem: conexão à nuvem graças a um upgrade do software MQTT

Parques eólicos offshore também podem fornecer reservas.

Comercialização direta: venda de eletricidade verde gerando lucros

A comercialização direta significa a venda de eletricidade de fontes de energia renováveis para grandes consumidores ou por meio de troca de eletricidade. A comercialização direta diferencia entre a comercialização direta obrigatória de novos sistemas e a comercialização direta opcional de sistemas existentes. A eletricidade verde é tratada de forma similar à eletricidade gerada convencionalmente e vendida no mesmo preço de mercado. Após a venda, a receita das vendas da troca de energia é paga ao operador do sistema, junto a um prêmio de mercado para gerar receitas adicionais. Na comercialização direta tradicional de sistemas CEE, a prontidão operacional e a eficiência são capturadas. Além disso, os pontos de ajuste para a potência ativa são especificados como um sinal de escada ou deslizante. A WAGO oferece a solução certa para cada aplicação:

  • Seleção de mais de 500 módulos de I/O diferentes
  • Medição da energia ativa por meio de módulos de medição de energia trifásicos
  • Medição de valores de desempenho por meio de dispositivos de medição existentes (como o Modbus RTU/TCP/UDP, PROFIBUS)
  • Medição de valores de desempenho por meio de medidores existentes (como via impulso S0, IEC 62056-21 ou SML)
  • Acoplamento direto por meio de protocolos do inversor, controladores de parques solares ou de parques eólicos
  • Segurança cibernética: controladores PFC100/PFC200 estão em conformidade com as normas de segurança de TI atuais para operadores de redes elétricas e podem ser reforçados conforme descrito nas especificações técnicas da BDEW.
  • Conectividade na nuvem: conexão à nuvem graças a um upgrade do software MQTT

Ao invés da remuneração por alimentação: vendas de eletricidade no mercado aberto

Veja as nossas soluções em ação

Ficou com alguma dúvida

Opções que podem te ajudar: