Tópicos
Certificação predial para a construções sustentáveis

As exigências ecológicas para prédios são rígidas: a economia de energia deve ser máxima para aumentar o balanço geral de energia de um prédio. Diversos sistemas de certificação podem atestar que o seu prédio atende a esses objetivos. No entanto, o potencial de economia de energia que pode ser obtido com esses sistemas não é considerado adequadamente. Agora, o sistema “eu.bac” fecha essa brecha.

Vantagens de um prédio certificado:

  • Securing and increasing the market value of your building
  • Gaining a competitive edge on the real estate market through meaningful certification and a detailed eco-efficiency balance
  • Ecological sustainability and long-term profitability thanks to life cycle approaches
  • Protection against potential consequential costs using CO2-neutral Green Building concepts

  • Specialty controls for achieving the target building quality and results in operation
  • Optimization of building operation and reduction of operating costs
  • Portfolio optimization through lean approaches for energy and sustainability

Ampla gama de diferentes sistemas de avaliação para a certificação predial

Ferramentas e meios auxiliares que mapeiem todo o ciclo de vida de um prédio e disponibilizem as informações correspondentes no processo de planejamento são necessárias para o planejamento sustentável. Isso também é necessário para descrever e avaliar os prédios em termos dos aspectos ecológicos, econômicos e sociais. Diversas ferramentas para avaliar a sustentabilidade de prédios e produtos de construção foram desenvolvidas internacionalmente ao longo dos últimos anos. A maior parte dos selos de aprovação existentes atualmente, foram desenvolvidos para refletir as necessidades de países específicos e são baseados nas normas climáticas, culturais e legais.

Por que certificar?
O objetivo da construção sustentável é minimizar o uso de energia e matérias-primas. O foco aqui é no ciclo de vida completo de um prédio. Como uma importante ferramenta para promover a construção sustentável, sistemas de certificação foram desenvolvidos para avaliar a sustentabilidade de prédios. Além de uma abrangente visão geral, os investidores e arquitetos recebem também uma ferramenta para simplificar o planejamento e a implementação. Os prédios também são comparáveis entre si, por meio de certificações, oferecendo referências aos construtores.

Sistemas internacionalmente reconhecidos para a sustentabilidade predial

BREEAM
O “Environmental Assessment Method” (EAM - Método de Avaliação Ambiental) para prédios, foi originalmente desenvolvido pelo “Building Research Establishment” (BRE - Estabelecimento de Pesquisa Predial), um instituto de pesquisa britânico, o BREEAM. O BRE certificou e opera mais de 100.000 prédios em 15 países fora da Grã-Bretanha. Isto torna o BREEAM o método de certificação para prédios líder e mais amplamente aplicado do mundo.


DGNB
“German Society for Sustainable Building” (DGNB - Sociedade Alemã para a Construção Sustentável): a tarefa dessa organização é desenvolver e promover formas e soluções para o planejamento, construção e uso sustentável de prédios. O DGNB avalia a qualidade por todo o ciclo de vida do prédio. Quando os critérios especificados são atendidos pelo padrão, o DGNB premia com certificados dos níveis bronze, prata e ouro. O DGNB também oferece a certificação durante a fase de planejamento.

LEED
“Leadership in Energy and Environmental Design” (LEED - Liderança em Design Energético e Ambiental) é um sistema de classificação desenvolvido pelo “U.S. Green Building Council” (Conselho de Prédios Verdes dos EUA). O objetivo desse padrão de certificação é definir um método ecológico de construção para prédios mais saudáveis, mais ecológicos e mais lucrativos. Os prédios são avaliados pela atribuição de pontos para critérios individuais. A soma dos pontos atribuída determina como o prédio é classificado para a certificação.

A automação é parte do certificado de energia

A partir da entrada em vigor da EnEV 2014 em 1 de maio de 2014, a automação predial (salas, prédios, dispositivos individuais) começou a fazer parte do procedimento para certificação e da análise com base na DIN V 18599 “Eficiência Energética para Prédios …, Parte 11: Automação Predial.”

A maioria dos sistemas de automação está configurada incorretamente.
Uma investigação realizada pela Comissão da UE revelou exatamente o quão importantes os sistemas de automação certificados são para a implementação da diretriz para prédios da UE: aproximadamente 50% da energia usada em prédios é desperdiçada. As causas para isso incluem sistemas de automação configurados incorretamente ou operando de forma ineficiente. Mais de 70% da automação predial em uso opera usando padrões de controlador incorretos.

Potencial de economia de energia amplamente ignorado para certificações prediais
O potencial de economia de energia e os aspectos do ciclo de vida que podem ser atingidos pela automação predial não são adequadamente considerados nas certificações prediais atuais (como a LEED e DGNB). O sistema “eu.bac” fecha a lacuna presente nos sistemas de avaliação como o DGNB ou Prédio Verde, os quais não fornecem a base para a avaliação abrangente dos sistemas de automação em prédios.

Auditoria do sistema “eu.bac”

Desde o começo de 2013, a eu.bac ofereceu a auditoria do sistema “eu.bac” para auditar sistemas de automação predial para a operação de eficiência energética e a operação sustentável de sistemas de automação predial. Sistemas bem projetados e gerenciados não apenas obtêm o conforto desejado eles também simultaneamente otimizam as exigências energéticas. O processo é baseado em padrões existentes (EN 15232, DIN V 18599) e foi cientificamente investigado pelo TU Dresden. Projetistas, investidores e proprietários de imóveis usam as auditorias do sistema para economizar energia e custos operacionais por todo o ciclo de vida do prédio e garantem a operação eficiente e sustentável do prédio. A certificação eu.bac garante aos usuários que os produtos e sistemas usados na construção de seu prédio cumprem com os padrões europeus para a eficiência energética – como a EN 15232.

WAGO – Membro da eu.bac
Ao associar-se à Associação Europeia de Automação e Controles Prediais (“eu.bac”), a WAGO estrategicamente expandiu o escopo de suas operações de automação predial: sete membros do staff da WAGO da divisão de Vendas de projetos de automação predial" da empresa, fazem parte de um grupo especialmente treinado de auditores do sistema "eu.bac". Ao longo do curso de uma auditoria, eles oferecem transparência e informam completamente aos operadores sobre o estado se sua tecnologia, O certificado do sistema eu.bac ajuda a economizar energia e garante a operação eficiente e sustentável dos sistemas HVAC, de iluminação e sombreamento instalados no prédio.

A WAGO no trabalho

Aplicações para clientes: Tecnologia de automação predial

Ficou com alguma dúvida

WAGO para grupos profissionais

Foco nas suas demandas

Para instaladores e integradores de sistema: aproveite o nosso portal da web para poder acessar diretamente as informações relevantes para você sobre o setor de tecnologia de automação predial.